A PALAVRA DO DIA-MEU ALVO É CRISTO


1ª leitura: 1Co 9.24-27 – Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só é que recebe o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis.

E todo aquele que luta, exerce domínio próprio em todas as coisas; ora, eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível, nós, porém, uma incorruptível. Pois eu assim corro, não como indeciso; assim combato, não como batendo no ar. Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à submissão, para que, depois de pregar a outros, eu mesmo não venha a ficar reprovado.

2ª leitura: Fl 3.13-14 – Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo,  para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

Introdução:

    Um dos motivos que têm levado os jovens cristãos a deixarem de servir a Deus, é que perderam de vista o alvo. Se você, jovem, não tiver alvos na vida não poderá de forma alguma chegar a lugar nenhum.

Ilustração – Existe um personagem chamado “Senhor Gato”, no clássico filme “Alice no país das maravilhas”. E ele diz algo muito interessante: “Se você não sabe para onde vai, qualquer destino serve”. Em outras palavras ele estava querendo dizer que, quando não temos um destinoum rumoum alvo preestabelecido, estamos, literalmente, perdidos, e, por isso, qualquer caminho serve.    

Jovens qual o destino de sua vida? Adolescentes qual o rumo que vocês pretendem seguir? Igreja do Senhor Jesus, qual o alvo tens preestabelecido?

A partir de agora, veremos como o Apóstolo Paulo abordou esse assunto:

Desenvolvimento:

  1. o alvo – (“olhar fixamente para/ Aquilo em que os olhos estiverem fixos”)

    O apóstolo Paulo demonstrou total dedicação em seu objetivo – prosseguir para o alvo, alcançar o alvo/ponto de chegada/ A linha de chegada da corrida em que Cristo está esperando para entregar a recompensa. Prossegue em direção à sua meta; expressão, essa, que demonstra grande interesse por chegar a ser mais e mais como Cristo. Aquele que está em uma competição jamais deve deter-se antes de ter alcançado a sua meta. Deve seguir adiante tão rápido quanto possa; deste modo, aqueles que têm o céu em vista devem seguir adiante em santo desejo, esperança e constante esforço. A vida eterna é uma dádiva de Deus, que está em Cristo Jesus; deve vir a nós por meio de sua mão, da maneira que Ele a conquistou para nós. Não há outra forma de chegarmos ao céu como o nosso lar, a não ser por meio de Cristo, que é o nosso caminho. Os verdadeiros crentes, ao buscarem esta segurança e ao glorificá-lo, buscarão de uma maneira mais cuidadosa parecer-se com Ele em seus sofrimentos e em sua morte, morrendo para o pecado e crucificando a carne com as suas paixões e desejos.

Aplicação – Como filhos de Deus, nos jovens, precisamos urgentemente focar no alvo, que é a pátria celestial, um corpo glorificado como o do Senhor Jesus, o céu, a vida eterna com Deus e principalmente andarmos em novidade de vida.

 2. O prêmio – os crentes são exortados a não viverem ansiosos pelas coisas desta vida (Mt.6:25-34), mas a colocarem diante de Deus, em oração as suas necessidades. A moderação é a virtude que deve nortear a vida prática de cada crente. Pois o nosso maior prêmio está em Cristo Jesus que nos promete a vida eterna.

Ilustração – Faltam menos de 100 dias para o inicio das olimpíadas. Considerado o maior evento esportivo do mundo. Se compararmos a vida do Jovem Cristão a um  esporte olímpico, teria que  ser comparado com a “maratona”. A maratona é a prova mais longa do atletismo olímpico. Exige esforço, leveza e concentração. Na maioria das vezes realizada nas ruas das cidades, requer atenção redobrada do atleta. A queda em um buraco pode tirá-lo da prova a qualquer momento. Uma trombada com um espectador que invade a pista pode machuca-lo gravemente ( e isso já aconteceu!). A velocidade não é o fundamental, mas a garra… O maratonista chega esgotado, com a respiração ofegante, com dores por todo o corpo, os pés totalmente em carne viva!

Aplicação – Jovens, temos um prêmio reservado para nós, uma dádiva, a graça de Deus! Todavia, só irão alcançar aqueles que permanecerem firmes e constantes nessa maratona que nos foi proposta. A recompensa final para todo o esforço do corredor, que se desgastou, padeceu, mas, foi perseverante e dedicado ao seu objetivo, que era concluir a corrida da fé. E agora, ao final, recebe o prêmio máximo da carreira cristã.

Conclusão:

Recapitulando:

  1. Vimos que nós (os jovens) devemos manter os nossos olhos fitos, fixos em Jesus (que deve ser o nosso alvo) durante toda a maratona da fé.
  2. Vimos também que a premiação para os que permanecerem firmes até o fim é excelente! A vida eterna/ Mudança de vida/ mudança de atitude/ uma nova vida ao lado de Cristo Jesus.

    Tendo em vista o que aprendemos nessa noite, podemos concluir que, a dedicação e perseverança são critérios importantíssimos para que possamos cruzar a linha de chegada. Quero dizer aos jovens maratonistas que a “maratona rumo a gloria” está bem próxima de seu final. A diferença é que nessa maratona, não são somente os 3 ou os 5 primeiros que serão premiados, mas todos quanto perseverarem até o fim (Mt 24.13). E que ao cruzarmos a linha de chegada receberemos o galardão das mãos do próprio Deus.

    Jovens, mantenham-se firmes e perseverantes na maratona da fé! Seja forte e corajoso! Seja perseverante! Seja ousado! Olhe firmemente para Jesus e prossiga para o alvo! Pois, o prêmio vale muito a pena! Amém e que Deus nos abençoe!

    Que a graça e a paz de Deus sejam com vocês.



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.